segunda-feira, março 20, 2017

Voltámos a sofrer golos…

Sofríamos poucos golos e não marcávamos, foi assim até Janeiro. Com a contratação de Maurides e o regresso de Juanto começámos a facturar e graças a esses golos conseguimos ir pontuando. Ultrapassámos os trinta pontos. Mas nunca marcámos mais de dois golos! E ultimamente tivemos sempre que recuperar. Em casa, onde as fragilidades do plantel são mais visíveis (porque temos que jogar ao ataque) o normal é sofrermos golos a frio! E nos últimos dois jogos resolvemos dar golos de avanço a adversários credenciados tornando-se depois muito difícil qualquer recuperação. Curiosamente os golos inaugurais que oferecemos têm a mesma história. O adversário faz um passe longo desde o seu meio campo, a bola dirige-se para o flanco esquerdo da nossa defensiva, e aí, surge uma tentativa de atrasar a bola para o Cristiano que dá em golo! Não interessa agora procurar culpados o que interessa é não repetir o mesmo erro. Para a próxima não atrasem, despachem a bola para a bancada. Mas para além disso nota-se que o sistema defensivo (inclui os dois trincos de ocasião) está mais passivo, mais lento a reagir! O sueco Persson percebe-se, pois não tem ainda o andamento exigível, mas Vítor Gomes tem que ser mais rápido a decidir. João Diogo também não está em forma e faz alguns disparates. E quanto a Florent calhou-lhe a fava. E se querem que o homem se adiante nestes jogos maiores ponham o Mica Pinto em vez do Rosa naquele corredor. Assim revezam-se, fazem as dobras e é mais um que sabe defender. E sobre este jogo pouco mais há a acrescentar. Três notas finais: - uma já a assumiu Quim Machado ao referir-se ao erro da entrada de mais um ponta de lança. Perdemos ligação ao ataque sendo que, como venho referindo nas minhas crónicas, o nosso sector mais fraco é o meio campo. Outra nota tem a ver com a expulsão infantil de Fábio Nunes. Não convém conversar com os árbitros. A terceira nota é positiva e corresponde à entrada de Diogo Viana. Mostrou alguma qualidade (e constância) na marcação de bolas paradas. São pormenores, mas dizem muito.

Resultado final - Belenenses 1 - Braga 2



Saudações azuis 

xmlns:dc="http://purl.org/dc/elements/1.1/"

<< Home